Desde o último dia 26 de junho as empresas podem testar o ambiente tecnológico do eSocial, com acesso direto pelo portal oficial do programa. A iniciativa faz parte de uma etapa de preparação, tanto para o Governo Federal, como para o setor produtivo, para o início da utilização obrigatória do eSocial para todos os empregadores do país.

Vale sempre lembrar: o cronograma de implantação do eSocial prevê a adoção obrigatória do programa, a partir de 1° de janeiro de 2018, para as empresas com faturamento superior a R$ 78 milhões anuais. Já a partir de 1° de julho de 2018, o eSocial torna-se obrigatório para todas as demais empresas do país.

Na prática, a implantação deste ambiente de testes tem como objetivo a adaptação das empresas ao sistema, além da verificação de falhas e do aperfeiçoamento da plataforma por parte do governo federal. Sem dúvidas, é uma oportunidade única para que as empresas possam aperfeiçoar e validar os seus sistemas antes do início da obrigatoriedade oficial do uso do eSocial no próximo ano.

Sendo assim, em minha visão, é muito importante que as empresas façam uso deste período de teste, inserindo nesse movimento, principalmente, sua área de Tecnologia da Informação e/ou sua empresa parceira de desenvolvimento tecnológico. São muitos os detalhes aos quais as empresas terão de atentar durante a fase de implantação do eSocial. Por isso, todo teste é bem-vindo.

Nesse sentido, vale a pena também ter contato com o Manual para Desenvolvedores, que já está disponível no portal do eSocial, e que contém todas diretrizes de uso do ambiente de teste. Um canal de comunicação com a equipe de suporte do eSocial também já está ativo na área restrita do site.

É hora de se familiarizar com tudo que se refere ao eSocial e o ambiente digital certamente é uma parte muito importante desse processo. Ou seja, não consigo encontrar razões lógicas para não fazer uso deste acesso o mais rápido possível.

Sobre o Autor:

Formado em Administração de Empresas pela Universidade de São Paulo – USP, Dimas de Melo Pimenta III é CEO da DIMEP Sistemas e há 17 anos desenvolve pessoas e soluções para otimizar a gestão da força de trabalho, o controle de acesso e a segurança das empresas. É também presidente da ABREP (Associação Brasileira das Empresas Fabricantes de Equipamentos de Registo de Ponto Eletrônico) e diretor da FIESP desde 2009.